Páginas

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Hoje ganhei flores




Hoje ganhei flores. Rosas vermelhas e brancas que representam um amor muito grande e a paz encontrada num relacionamento consolidado no respeito e nos sonhos em comum. Hoje faz dois anos que João papai me conquistou. São 730 dias de sentimentos bons que só aumentam e que agora se solidificam com um novo tipo de amor: de pais.

Nunca vou esquecer da noite de Ano Novo de 2010. Eu voltava pra casa de madrugada, depois de um baile até que animado, mas com a sensação de solidão que ainda era constante na época. Um vazio... Aquela falta de objetivos, falta de alguém para partilhar comigo a enorme vontade de viver. No trajeto para casa me perdi pelas estradas rurais entre Terra Nova e Castro e foi um momento de reflexão: fiz um pedido especial! Meus pedidos de ano novo sempre se realizam e desta vez foi rapidinho. Pedi para encontrar naquele ano o meu grande amor.

E resolvi encontrá-lo. Deixei para trás tudo o que não me fazia bem, me desvinculei de velhos hábitos e decidi amar e ser amada. Simples assim. A gente resolve, se determina e a vida ajeita tudo. Nove dias depois João descambava da praia para cá só para me ver. A gente já se conhecia, claro. Foi em outubro do ano anterior, numa noitada de bar em bar aqui em Tibagi. Mas nestes meses eu fiquei reclusa para a oferta de carinho que ele me fazia. Foi na virada de ano que resolvi dar uma chance para aquele baixinho persistente, rerere. Ele tinha me mandado uma mensagem de natal e outra de ano novo que eu sequer tinha respondido. Foi aí que pensei: é ele!

Respondi e ali começamos a bater papo. Eu que já tinha até inventado umas desculpas para não encontrar com ele antes, agora era direta: "vem pra cá!". E ele veio na primeira chamada. Era sábado da escolha da Rainha do Carnaval de Tibagi e o meu João facinho viajou direto do litoral pra cá só para aproveitar a chance de me ver. Viu como sou especial? rerere.

E foi assim, me fazendo sentir especial, que João Alcione de Oliveira Sobrinho, este menino com carinha de pão Panco, tipão de bravinho mas com coração de manteiga derretida me conquistou. Dia 9 de janeiro de 2010 eu abri meu coração para que o meu Joãozinho pudesse entrar e acampar nele. Escoteiro experiente, foi logo armando toda a parafernália ali dentro e registrando território para impedir que qualquer outro se aproximasse. Em pouco tempo ele firmou moradia definitiva ali e agora tem endereço fixo no meu peito.

Aos poucos, suas coisas foram viajando de Ponta Grossa para minha casa e logo ele já tinha praticamente remobiliado meu lar. Foi se apossando das minhas coisas, sem a menor timidez, e trazendo as suas para minha vida. Me fez estudar com ele para a prova. Me ajudou com as reformas. Me apresentou à sua família e foi formal: me pediu em namoro oficialmente numa noite muito especial.

João Alcione foi o meu presente de Deus, aquele que pedi no ano novo. E veio para ficar. Em dois anos já temos taaaanta história que às vezes dá a impressão de já termos vivido duas décadas juntos. Não é aquele tipo de relacionamento que começa com uma paixão avassaladora, mas o relacionamento que começa com uma aposta, com um desejo imenso de que dê certo e que aos poucos vai se consolidando e firmando raízes profundas. Tinhamos e continuamos tendo os mesmos objetivos. Este é o segredo!

Costumo dizer que aprendi a amar o João. E é verdade. Eu não era apaixonada por ele quando resolvi deixar que me ensinasse a amá-lo. Mas aprendi rapidinho e não teria outro jeito: meu marido é apaixonante. É um homem bom, de caráter, de coração puro, de muita integridade. Aprecio infinitamente a conduta dele. Sempre honesto, justo demais, fiel, bondoso e sincero. Às vezes meio fechado, burrentinho, azedinho, mas sempre que estimulado, um palhacinho pronto a ser criança do meu lado.

Ele me apoia. Isso é uma das coisas mais lindas de um relacionamento. Mesmo quando não aprova minhas atitudes e me chama a atenção por elas, me apoia frente aos outros, enfrenta comigo e deixa claro que está do meu lado custe o que custar. É um chorão inveterado e se emociona facilmente. Já deve estar emocionado ao chegar a esta altura do texto, né moreco?

Eu aprendi a ser mais tolerante, menos neura com a organização da casa, porque ele é mais bagunceiro e preguiçoso. Ele aprendeu a ser mais organizadinho e domina as atividades de casa quando é preciso. Faz almoços deliciosos, adora churrasco e é um maravilhoso anfitrião. Recebe minha família com tanto carinho... e tem uma família linda que eu amo.

Meu sogro é um doce. Adoro a forma como seu Alci dá a 'bença' pro netinho que ainda está em minha barriga. Minha sogra é uma querida. Dona Sônia me enche de presentinhos e é sempre muito animada. Minha cunhada Dani tem se tornado minha grande amiga, uma irmã com quem sei que posso contar. Será minha comadre, madrinha do nosso filho. A sobrinha Duda é um talento só e de uma delicadeza linda e o cunhado Josiran anima qualquer ambiente, mesmo quando me chama de 'bolinha', rerere. Os avós, tios e primos são um primor. Uma família que me acolheu com amor e que me deixa muito à vontade para ser feliz ao lado deles.

E acredito que meu João também se sinta assim. Também não vou esquecer da noite deste Natal, quando João fez uma oração antes da ceia agradecendo pelas inúmeras bênçãos que recebemos neste ano e por fazer parte da minha família, onde ele se sente bem. Amei quando ele disse que ao lado dos meus, se sente à vontade para ser quem é.

Por isso hoje quero agradecer a Deus pelo presente que me deu há exatos dois anos, quando me fez ver que ali bem pertinho estava meu grande amor, cheio de disposição para me fazer feliz. Por todo esse tempo de aprendizado ao seu lado, de viagens inesquecíveis, desde as aventuras mais distantes como Porto Seguro e Salvador, quando ele voou pelas primeiras vezes, até o passeio ali na pousada do Chico Poeira ou no bondinho de Telêmaco Borba. Entre muitas diferenças, a gente se completa e se combina em muitas coisas.

E finalmente, obrigada a você meu amor por me proporcionar os momentos mais lindos da vida: aquele "sim" no altar (divino!) e aquele "compatível com gestação" no exame do laboratório! Obrigada Joãozinho meu por me permitir ser hoje uma mulher de verdade, completa. A experiência de ser mãe, de me sentir poderosa com este barrigão, especial com cada chutinho que nosso filho dá, é o maior presente que você me deu! E obrigada ainda por continuar sendo este marido lindo que é, que cuida de mim, que acorda de noite para ligar o ventilador quando tenho minhas crises de calor, que me busca correndo no trabalho quando a pressão cai, que vai comigo onde preciso.

Aprendi a te amar e continuo aprendendo. A cada dia te amo mais meu Joãopiro.

Beijo da sua amada.

Abaixo vídeo que sintetiza nossa história neste último ano. Autoria carinhozíssima da Dani:

7 comentários:

  1. lindo lindo seu post Manu, eu até chorei!!! Que sejam muito feliz sempre com as bençãos de Deus!!! Parabéns pelos teus dois amados!!! Parabéns por terem construído um amor de verdade!!! bjus, Gabi

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu to aqui me derretendo toda... amamos vc e agradecemos a Deus pela sua vida e pela vida do João, vcs merecem essa felicidade toda e todo nosso amor, apoio, respeito enfim, somos uma grande família. Eu agradeço a Deus por estar ao lado de vcs, pela felicidade enorme que me deram de ser titia e madrinha do João Augusto. Eu amo vcs do fundo do meu coração e quero que sejamos cada vez mais e mais amigas, irmãs e companheiras assim como sou do meu irmão e não pode e nem deve ser diferente com vc. Pode sempre, sempre contar comigo. obrigada pelo carinho e pelas belas palavras, fiquei muito emocionada mesmo. bjao Dani sua comadre duplamente heheheheh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eeee titiaaa chorona! :-) Te amamos. Obrigada por tudo.

      Excluir
  3. Manu lindona, vc arrasa! Que Deus abençoe vcs, o João Augusto e as famílias de ambos os lados, para que continuem companheiros, parceiros, amigos, FELIZES! Beijão e um 2012 fantástico pra vocês!

    ResponderExcluir
  4. Chorei!
    :)
    bjs
    http://www.soumaeeagora.com

    ResponderExcluir

Comenta aí que a mamãe fica faceira! E volte sempre, a casa é sua! :-) Ou me mande um e-mail: emanoellew@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...