Páginas

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Enfim o nono e último mês!

Papel de parede do quartinho
Queridocas... eu e Joãozinho chegamos finalmente à 33ª semana! Isto quer dizer que estamos agora vivendo o nono mês lunar! O último mês desta encantadora experiência de ser gestante! Claro que a ansiedade continua enorme, misturada com aquela sensação de medo do que está por vir, da responsabilidade de cuidar de um bebê (será que dou conta?), da mudança radical no estilo de vida, mas também já começa a dar uma saudadinha desta fase.

Eu curti tanto minha gestação desde o começo que acho que vou sentir falta disso depois. Se bem que vou estar tão ocupada com uma boquinha pra alimentar e uma bundinha pra limpar que dificilmente terei tempo de sentir saudades né? Mas a sensação agora é esta... Falta pouco. Em cinco semanas meu bebê estará prontinho para despontar para este mundo e eu para me tornar uma mãe 24 horas por dia. E falta muito! Afinal, tenho tanta coisa para providenciar ainda.

Ai meninos e meninas, isso continua me agoniando. As coisas não se resolvem, sabe? Preciso me mudar de uma vez! O quartinho chegou na sexta, a cozinha também. Mas os móveis ainda não foram montados por completo. A poltrona de amamentar não entra no quarto. Vai ser preciso desmontar a porta. Pelo menos terminamos de aplicar o papel de parede no quarto. Ficou uma graça! Lindo mesmo. Resultado da força de vontade da minha querida sogra e do meu marido, que não desistiram da empreitada. Ah, se você mora em cidade de interior, te aconselho a não colocar papel de parede na sua casa. Não há mão de obra no mercado e fazer por conta é bem complicadinho. Bem mais do que parece. Dona Sônia passou horas estudando no youtube para conseguir pegar as manhas. No fim deu certo.

Foi trabalhoso, mas ficou do jeito que eu sonhei!
Dona Sônia também passa horas agora fazendo artesanatos lindos para o netinho. Já providenciou lembrancinhas (girafinhas de biscuit sobre um potinho com doce), quadrinho com nome para a porta do quarto, kit de limpeza (potes para algodão, cotonete etc), porta-fraldas, abajur, cabides decorados, toalhinhas bordadas, mantinhas com bicos de crochê, enfim... muita coisa linda! Eu tô amando.

Agora na quarta o montador vai lá colocar os moveizinhos. Que pressa de ver pronto, de colocar as roupinhas, os acessórios, os enfeitinhos, de deixar tudo preparado. Mas nem a bolsa da maternidade eu aprontei ainda. Hoje quero separar roupas pra mim e pro bebê e deixar numa mala improvisada para o caso de eu ser pega de surpresa...

Pereirão!
Já o pai deste bebê só pensa numa coisa: a obra da casa! João está vivendo num mundo paralelo. Não tem sido fácil. Ele está muito estressado e isso, óbvio, não me faz bem. Fui pra Ponta Grossa no final de semana e tive de exercitar bastante a tolerância porque o rapazinho tá muito esquentado. Não pode ver um pedreiro pela frente, acho, rerere. Mas não é para menos. As coisas não saíram como o previsto e o primeiro pedreiro levou o dinheiro mas deixou a obra incompleta. Agora estamos com outra equipe lá, consertando o pepino. João é extremamente detalhista e enlouquece cada vez que vê uma manchinha de massa corrida fora do lugar. Diz ele que é instinto de defesa do ninho, rererere.

Além disso, o papai está fazendo força como nunca fez na vida. Por conta providenciou partes da obra, como lixar paredes, cavar a grama para o canteiro do carro, instalar cortinas, luminárias e assim vai meu Pereirão. Sei que esse nervosismo todo tem a ver com o momento que estamos vivendo. Ele também está ansioso para preparar a casa para receber nosso filho e acumula muitas funções. Até não sei como aguenta ir e voltar para Curitiba todo dia (trabalho) e faculdade toda noite, mais a obra, mais eu... Não tem tido descanso. Deve ser isso.

Hoje a gente conversou bastante e ele prometeu que vai relaxar um pouco, diminuir a neura, rerere. Minha preocupação é com relação à saúde. Ano passado fez uns exames que constataram colesterol e triglicerídeos nas alturas. Temo que o comportamento estressado possa ser prejudicial também. Mas é passageiro e agora estamos mais perto que nunca da hora de encerrar este ciclo com a mudança.

Faltam só 20 dias para a mudança! Oba!!! Só 16 dias para eu parar de trabalhar e poder me dedicar exclusivamente a este fenômeno lindo que acontece aqui dentro de mim! E bota fenômeno nisso. Este meu menino mexe tanto agora e tão forte que é difícil esquecer por um minuto que seja da sua presença em minha vida. Dá pra ver de longe. Se você parar e ficar olhando pra minha barriga vai ver que se formam ondas e de repente uma bola aparece ali do lado. A pele estica, o abdômem fica duro e lá está ele fazendo traquinagem. É engraçado quando soluça. Sinto aquele "tuc, tuc" e vejo a barriga pulsar. Imagine que coisinha fofa que deve ser lá por dentro?

A fase também é de cansaço, como já vem sendo desde o sétimo mês. Mais sono que sempre, mais vontade de fazer xixi à noite, dores nas mãos, nos joelhos, aquelas cãibras... Sem falar que acordo super disposta às 5 da manhã, volto a dormir e quando realmente tenho que pular da cama tô moída de sono (tipo este meme que o Chris me mostrou e achei uma graça, rere).



A alergia na pele do rosto que voltou, incho cada vez mais, sinto falta de ar em atividade física mais puxadinha, sinto calor demais e tenho excesso de trabalho! É o Carnaval de Tibagi chegando e eu dia e noite acompanhando isso. Ah olha a matéria da Globo sobre os preparativos desta semana. Eu tava ali. Outra reportagem vai ao ar no sábado, no PLUG e talvez eles selecionem alguma parte da entrevista comigo para pôr no ar. Foi bem bacana! São meus últimos dias à frente da Assessoria e a despedida está sendo em grande estilo, rerere.

Joãozinho é chique benhê: segunda vez que aparece na Globo! rere

Falando em Carnaval e obra, fiquei pensando outro dia sobre o que meu filho deve pensar lá dentro. Ele vai nascer sambando! Sim, porque no último mês já estive umas dez vezes com escolas de samba da cidade no meio daquele barulhão! E no final de semana fiquei junto dos pedreiros que estavam numa martelação sem fim. Joãozinho deve achar que este mundo aqui fora é um auê! rerere.

Clarinha é quase uma lontra...

A semana teve também mais uma sessão de relaxamento no arroio... Veja que graça a Clarinha se divertindo na água. Ela ama! E teve o aniversário da minha amada mãe, dona Raquel, que merece a felicidade maior do mundo, que me ensinou a amar de um jeito inexplicável, a quem eu idolatro e tentarei para sempre seguir o exemplo.

Meus irmãos, meu sobrinho e ela: a origem disso tudo! Minha linda mãe!

Dona Raquel e o netinho Luiz Henrique

E vambora descansar né? Porque hoje acordei as 5 da manhã pra vir de PG a Tibagi a tempo de apresentar o programa na rádio. Tô caindo de soninho.

Antes um agradecimento especial à Daiane Costa, que veio hoje especialmente me ver e trazer presentinhos fofos pro Joãozinho. Obrigada querida. Amei! E agradecimentos também aos meus ouvintes amorosos que me levam presentes. Semana passada ganhei queijo e caneta da dona Floriza e pães e linguiças do Kotacho! Delícia!

Beijos amores! Até logo mais. Ah, quarta tem ultrassom! Viva! Trarei fotos.

Vídeo da vez: Reflexão sobre a maternidade!



O que o Baby Center diz sobre a fase: "Seu bebê está cada vez mais comprido. Pode já ter 44 centímetros. Ao mesmo tempo, continua engordando para perder as ruguinhas. A maioria dos ossos já está endurecendo, menos os da cabeça. Na verdade, o crânio do bebê é formado por ossos separados, com um certo espaço entre eles. Na hora do parto, eles se aproximam e fazem a cabeça se estreitar para passar pelo canal vaginal.

2 comentários:

Comenta aí que a mamãe fica faceira! E volte sempre, a casa é sua! :-) Ou me mande um e-mail: emanoellew@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...