Páginas

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Lar doce lar... Chega de aluguel!

Um pedacinho do nosso mundo exclusivamente para você, meu filho!

Esta é minha última semana em Tibagi e isso marca o fim de uma fase e o começo de outra. Uma das grandes marcas desta mudança é o fim do aluguel. Há quase sete anos mudei para Mafra (SC), depois Castro e Tibagi e nestas três cidades sempre paguei aluguel para morar. No próximo domingo faço minha mudança de casa pela 14ª vez na vida e espero que agora seja por um longo período, mas o melhor de tudo é que acabou o aluguel!

Foi o modo como encontrei para viver neste período, mas meu coração e meu bolso doíam todo mês quando juntava as cédulas daqueles R$ 550 que paguei aqui em Tibagi pela modesta casa em que estou. Agora eu e João dividimos uma mensalidade maior, mas do financiamento da nossa casa - aquele lugar que poderei chamar de meu, onde pregarei quantos pregos quiser nas paredes e entrarei e sairei sem ter de dar satisfação a mais ninguém. É a sonhada casa própria que exigiu coragem de nossa parte e também muita esperança de que em breve conseguiremos quitá-la com esforço e trabalho.

É uma sensação maravilhosa e todo mundo deveria ter o direito de senti-la!

No final de semana fui para lá ajudar o João, que está trabalhando ainda na pintura das paredes da obra de ampliação. A gente comprou a casa novinha, sem uso, mas antes de mudar resolveu aumentar um pouquinho. E sabe como é né? Quando um pedreiro entra por uma porta, nossa paz sai pela outra. Apesar do estresse que foi, finalmente a obra está pronta e agora só falta mesmo a textura da parte externa, que meu Pereirão tá mandando ver.

Lá fomos eu e dona Sônia para a faxina. Apesar do barrigão, fiz o que aguentei. Minha sogra também se empenhou bastante e deixamos tudo em ordem. Agora é só entrar com os móveis, com nossas coisas e com a felicidade, com as expectativas pela nova vida, com a família que enfim viverá unida (hoje João vive em PG e nos vemos apenas aos finais de semana).



Bem, ter participado deste momento foi especial para mim. Pela primeira vez na vida tenho uma casa que posso chamar de minha. É tão legal convidar os amigos, "te espero lá em casa", e saber que este "lá em casa" é realmente o meu lar. Aos 30 anos de vida eu finalmente tenho um canto pra chamar de meu e sei que de lá só saio se quiser.

É meu porto seguro, meu teto. Agora compreendo o quanto uma moradia representa dignidade e eleva a autoestima da gente. E fico ainda mais feliz em saber que mês que vem meu filhote chega ao mundo sob um teto confortável e seguro, de onde não precisará sair a qualquer momento simplesmente porque o 'dono pediu a casa' ou porque mamãe mudou de emprego.

E lá dentro, enquanto João pintava a parede, a gente conversava sobre essa sensação única na vida. Ele também está radiante por ter tido coragem de assumir um financiamento tão longo, por ter tido a ousadia de escolher o lugar do nosso presente e futuro, por ter saído do comodismo. Foi um momento importante em nossa vida e sei que vou lembrar dessa nossa conversa para sempre. Nós dois, mais o bebezinho aqui dentro, agradecemos pelas grandes bênçãos que temos recebido, entre elas a de termos um lar.

Neste lar, claro, o cômodo mais importante já está prontinho. O quartinho do nosso filho é a única peça da casa que está impecavelmente ajustada. Só falta João Augusto lá, para preencher o ambiente de luz e amor. Ficou fofo! Confesso que os móveis são maiores do que eu imaginava e que o espaço ficou menor do que eu previa, mas ainda assim ficou um sonho. O sonho que a gente pôde realizar e que simboliza um sólido início de uma família.

Quadrinho da porta e caixinha para colocar as fraldas: artes da vovó Sônia

Guardei com carinho cada pecinha de roupa, cada pacotinho de fralda, as toalhinhas que dona Sônia mandou pintar, as caixinhas que ela mesma decorou... deixei o bercinho arrumado e o papai pendurou a cortina, também presente da vovó...

Ficou um quartinho muito charmoso e engraçadinho. Sentei na poltrona de amamentar e balançando fiquei imaginando o que meu pimpolho vai achar deste pedacinho do mundo que é exclusivamente dele (mas tem espaço de sobra no coração dos papais também, filhote). Tomara que ele goste, que os bichinhos do papel de parede despertem a atenção e a curiosidade dele, que os brinquedinhos envolvam seu pensamento e que cada sonequinha naquele berço represente um passo de sua evolução.

Passei um tempo falando com a barriga e contando pro meu Joãozinho como são as coisinhas que escolhi para ele com carinho, na esperança de que ele compreenda que esta nova casa, a nossa casa, existe porque ele veio mudar tudo em nossas vidas e tornou nossos planos mais urgentes. Se não fosse por nosso bebê, o sonho da casa própria provavelmente esperaria mais. Que bom que ele veio, com pressa, agilizar a realização dos nossos objetivos e consolidar o amor entre mim e o pai.


É na expectativa pela mais importante mudança da minha vida que me despeço hoje. Tenho muita coisa para contar esta semana, preciso ainda me despedir de Tibagi e registrar aqui o quanto esse período foi bacana, mas por hoje só queria dizer que estou feliz por termos um lar (simples mas confortável) para recebermos a pessoa mais importante do mundo! Dona cegonha será bem-vinda na nossa nova morada.

Beijocas,
Manu (feliz proprietária de uma casa)

Ah, só para registrar... Olha que fofura a filhote de girafinha que a prima Ana Paula me mandou no face! Não é um sarro? rerere. Adorei!

13 comentários:

  1. Manu ...voce merece ser muito feliz... tudo oque voce disse ai e a mais pura realidade todos sabemos como é dificil a vida ate que tudo se encaminhe ...ate que tenhamos o nosso cantinho ,os nossos filhos ou melhor a nossa familia ... felicidades que Deus ilumine essa linda familia que esta se formando....

    ResponderExcluir
  2. Amémmmmm! Que Deus abençoe você também! (curiosa mais uma vez pra saber quem é, rere)

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Manu, vc vai fazer muiiiiiiitaaaa falta em Tibagi!! Ainda bem que NÃO estarei na sua despedida, ando chorona demais! Acredita que abri a boca hj qndo o Pedro tomou a vacina Bcg??!! Nossa, Manu, a transformação interna que ocorre em nós por causa dessas miniaturas de gente é inacreditável! Mesmo vc lendo, se informando, vc não imagina, só vivendo mesmo!! Desejo toda a felicidade do mundo em sua nova casa, que reine a paz e a harmonia sempre! Beijão!!

    ResponderExcluir
  4. Juuuuuu eu imagino você chorona e babona! rerere. Tenho certeza de que esse sentimento é maior do que posso imaginar agora. Estou louca pra viver tudo isso intensamente! E aguardo sua visita 'lá em casa' viu? Vou de Tibagi mas fico pertinho, morrendo de saudade de pessoas como você! Beijão flor! Divirtam-se vocês dois aí! :-)

    ResponderExcluir
  5. Oi prima!!! Saudades
    O Quarto do Joao Augusto ficou muito lindo.
    Parabêns prima, fico muito feliz com toda a sua felicidade.
    Voce merece sempre tudo de bom
    Que Deus sempre ilumine.
    beijossss saudadesss
    prima
    Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijinho Luuuuu! Aguardamos a visita de vocês!

      Excluir
  6. Manu, eu que não sou mãe e que não tenho casa própria, pra variar, amei o que vc escreveu. É uma coisa linda isso de você partilhar tanto sentimento pra colorir a vida dos demais... E é muito gostoso ver uma pessoa alto astral como você, curtindo seu momento e SENDO FELIZ, exatamente o objetivo que Deus Pai nos deu nessa vida. Que Deus abençoe vc, João Alcione e Joãozinho ricamente, todos os dias, multipliancando ainda mais essa boa energia que você passa.
    E que vc consiga manter a sua escrita, que é tão boa e iluminada...! Beijos mil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que gostoso ler isso Fabi!!! Meu dia fica mais colorido também! Um beijo querida e obrigada pelo carinho super especial.

      Excluir
  7. Olá Manu sou nova aqui e ja virei sua fã, parabéns pelas suas conquistas, que Deus esteje sempre com voces, para guiar e iluminar a sua família e o nascimento do João Augusto; Amei o seu blog!!! :)
    bjos da Dinda Mô

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mô! Bom te receber aqui! Obrigada pela energia boa, pela companhia, pelo carinho. Um beijooo

      Excluir
  8. Manu!!!! Achei lindo tudo isso que vc escreveu até me emocionei...no fundo nós mulheres queremos isso família , amor e filhos..mesmo aquelas que se dizem independente.Desejo de coração , mas de coração mesmo que vc seja muitooooo mais muito feliz com sua família abençoada por Deus. beijos

    Marcia Coutinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô Márcia... é verdade! Eu já fiz o estilo mulher independente e confesso que adorooo a nova vida preenchida com marido e filho! Acho que são fases né? Fico bem feliz de saber que você está aqui também, compartilhando isso comigo! Obrigada minha flor! A propósito, você tava um arraso na última sessão, linda mesmo!

      Excluir
  9. Lindo o quarto, parabéns pela conquista esta só uma das vitórias que você tem a conquistar. Felicidades!

    ResponderExcluir

Comenta aí que a mamãe fica faceira! E volte sempre, a casa é sua! :-) Ou me mande um e-mail: emanoellew@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...