Páginas

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

O primeiro dentinho

Amanheceu dentuço

Nem febre, nem diarreia, nem irritação, nem babadeira... O primeiro dentinho do meu filho chegou silencioso e sem incomodar ninguém no dia 15 de novembro, feriado nacional, especialmente para que o papai pudesse fazer parte deste momento também.

Acordamos cedinho com a falatório matinal do pequeno, que como sempre colocou dois dedinhos na boca e começou a assoprar, fazendo um "brum-brum" de saliva espirrante pro ar. Como já espero por este dentinho desde que ele tinha cinco meses (lembra que até fiz um post sobre isso?), dei aquela verificadinha habitual e encontrei uma serrinha afiada na gengivinha inchada.

Quanta alegria! Todo mundo sabe que todos os bebês, cedo ou tarde, terão dentinhos. É a natureza com sua força agindo no corpinho deles, indiferente à nossa vontade. Mas a hora que a gente se depara com aquele bloquinho branco na boquinha do filho... é uma alegria, não é? Ah eu fiquei vibrante e fiz bastante festa com ele ainda na cama, tirei foto e compartilhei com os familiares já cedinho, contando que meu bebê está um passo mais perto de virar um homenzinho mastigador.

Antes de ter o João, eu nem fazia ideia de quando estes marcos de desenvolvimento aconteciam. Pra mim, tudo era simples: o bebê nasce, tem cólicas, chora, aprende a sentar, come papinha, tem dentes, engatinha, anda e fala. Pronto. Agora que sou mãe, fico de olho (como a maioria das mães) nas indicações para o crescimento em cada etapa para ver se meu pimpolho está indo bem... E sempre que ele faz alguma coisinha nova, celebro e saio contando pra familiagem.

Claro que cada criança tem seu tempo e não é nada bom comparar (não mesmo!), mas fiquei tão contente de saber que ele está crescendo bonitinho. Por outro lado, dá também uma sensação de que o tempo está passando depressa demais. Noutro dia ele estava dentro de mim e agora já pode comer até amendoim japonês! rara

O primeiro dentinho do João foi o incisivo inferior esquerdo, mas os outros estão já a caminho e chegam em breve. Tá tudo inchadinho e branco por ali. O vizinho do primeiro (o segundo, portanto - ooooh) já despontou sua serrinha e é questão de horas pra aparecer.

Vamos torcer para que os próximos 19 venham assim mesmo, sem sofrimento, sem nenê dent, sem cápsulas de camomila... Coisinhas estas que outras mamães indicaram como sedativos para a irritabilidade na primeira dentição, mas que por ora nem foi preciso (quanto menos medicação, melhor, né?).

Agora, esperaremos por dois incisivos superiores, que costumam despontar até os nove meses.

Tabelinhas interessantes

Esta foi indicação da Juliana Nogueira

Emoção

Aos sete meses, João é como a maioria das crianças nesta idade: senta sem apoio, puxa coisas em sua direção e imita sons da fala. Está desenvolvendo a capacidade de combinar sílabas em sons que parecem palavras e se arrasta. Hoje, entre uma pausa e outra para escrever aqui, tive a emoção de vê-lo (praticamente) engatinhar pela primeira vez. Ainda é meio arrastadinho, mas ele tá indo longe. Logo teremos vídeos disso, claro.

Outras habilidades são consideradas avançadas para os sete meses e somente algumas crianças conseguem fazer, como ficar em pé segurando em alguma coisa, dar tchauzinho e bater objetos um contra o outro. Dessas, só bater as coisas umas nas outras é da rotina do João. Mas ele sabe imitar a gente batendo com a mão na mesa, de maneira cadenciada, e aprendeu nos últimos dias a bater palminhas. Hoje é que ele associou o ato de encontrar as mãozinhas com a música do parabéns, que eu canto sempre na tentativa de ensiná-lo a bater palmas. Foi mais uma emoção para um dia só.

E não é exagero não. Eu fico emocionada mesmo, me encho de orgulho e penso no tamanho do milagre que é a vida. hein? Há um ano, João era só um embriãozinho na minha barriga e de repente tá batendo palminhas. Não me canso de agradecer a Deus pela abençoada oportunidade de ser mãe e de ainda poder estar com ele nesta fase tão engraçadinha de descobertas e aprendizado tão intenso.


Menino Zen

Na segunda-feira recebi a visita de uma amiga de Tibagi, a Aniela, mãe da Ana Sofia que tem quase 11 meses. A gente conversou muito sobre essa mágica aventura que é a maternidade e ela me contou sobre o quanto sua pequena é peralta. "Muito dinâmica", como ela mesma descreveu a filha, para evitar "o estigma" de menininha danada de agitada, rerere. Em tempo: nós mães é que geralmente criamos estes estigmas adjetivando nossos filhos e depois não queremos que os outros falem né? Tá certa a Ani.

Aí, para se referir a uma outra bebê super calminha que ela conhece, a Aniela me solta a seguinte definição: "Ela veio ao mundo para meditar, é uma bebê zen". Achei uma graça e me identifiquei total. Joãozinho é dessa turma. Embora seja bem brincalhão e espertinho, meu filho é uma criança calma. E, segundo minha sogra, puxou ao pai. João Alcione foi uma criança super quietinha, comportada e gulosa, de acordo com dona Sônia.

Minha mãe diz que eu também era calminha, afinal, estava entre três irmãos, todos meninos e atacados que só. Aí, até a Punky, A Levada da Breca (ai que saudade) seria considerada calminha né? rerere. Mas enfim... meu Joãozinho é zen. Dorme três sonecas por dia, sem drama. Dorme das 9 da noite às 9 da manhã, com intervalos de mamada, mas sem abrir os olhos. Não é chorão, nem muito danadinho e adora brincar com outras crianças. Não tem pressa e pelo visto não vai ser um menino precoce. A seu tempo, João vai mostrando sua personalidade serena. Amo esse jeitinho dele. E tenho certeza de que amaria se fosse hiperativo também. Mãe ama sem fim e ponto!

Mais uma vez vale a regra: cada criança tem seu tempo. E acompanhar o tempo da minha criança preenche todo o meu tempo com muita, mas muita alegria.


A Semana do Bebê

Dominique e "João Tuto"

- Passamos o feriado em casa porque João pai está fazendo o TCC, mas no domingo, de rompante, resolvemos ir pra Tibagi almoçar com a família. Foi um dia maravilhoso, João Augusto se divertiu um monte com a priminha Dominique. Ela chama ele de João "Tuto" e não queria mais ir embora pra ficar brincando na piscininha sem água, que nestas ocasiões vira um parquinho repleto de brinquedos. Curtimos os bisavós, revimos alguns amigos e até o Marcelinho, filho do meu amigão Christian, que está muito fofo aos cinco meses.

Tio Celso, tia Elenice, primo João Henrique e o papai
- Nesta semana, os tios de Londrina vieram nos visitar e, mais uma vez, João Augusto brincou até cansar. Agora com o João Henrique.

Com o vô Alci e a vó Sônia no aniversário do tio Celso
- Ontem foi aniversário do tio Celso, tio do meu marido, e estivemos na casa da sogra dele para comemorar. João foi dormir à meia-noite e estava suuuuuuper elétrico. Depois que passa a hora de dormir, ele se agita tanto, faz careta, dá gargalhada, fica parecendo um palhacinho de circo. Mas, são raras as nossas saídas noturnas, então, nada de culpa.

Vovó Raquel cuidou dele na piscininha
- Voltou a fazer calor e aproveitamos a visita da minha mãe e da tia Salete pra um super mergulho do Joãozinho, rerere. Ele mais uma vez se esbaldou na água. Importante: filtro solar e loção antimosquito.


Dica da Semana
Tetolé do blog Gravidinhas e Mãezinhas
E já que o assunto é calor, que tal refrescar seu bebê com um tetolé? Sim, um picolé feito de leite materno ou de fórmula. A ideia está fazendo sucesso na cidade da Flávia, do blog Gravidinhas e Mãezinhas, que mostrou o passo-a-passo da refrescante e criativa ideia. Esse aí usa como forma o bico da mamadeira. .

E hoje é isso, meninas e meninos! Beijossss...

Agora conta você, quem foi que viu o primeiro dentinho do seu bebê, ou seu próprio dente? 



Em Tibagi, na piscina-parquinho



Com o tio-avô João Alcione (meu marido leva o mesmo nome)


Pra não perder o costume, puxando um nariz



Com a prima Dominique

Dia de água!!!






Almoço de domingo com a família, tem coisa melhor? 
A "dinda-grudi" do meu nenê :-)
P.S.: Desculpem por o layout do blog estar diferente a cada vez que você vem aqui. Eu até encomendei uma arte especial, mas ainda não ficou bem do jeitinho que queria, então vou testando alguns planos de fundo e logos por enquanto. Uma hora eu acho a certa!

4 comentários:

  1. Ah mas eu nem preciso dizer que o João tá cada dia mais lindo né? Que delicia que ele tá hein...
    E já nasceu 1 dentinho... que fofo!!!!
    Vc acredita que o Pedro Lucas vai fazer 1 aninho e ainda não nasceu nenhum dente?? Eu sei que não é pra ficar preocupada, mas mãe é fogo né.. eu to ficando um pouco preocupada sim... não vejo a hora de ver esse bloquinho branco na boquinha do meu pequeno...hahaha.
    Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, pelo que li, é normal não ter dentinhos no primeiro aniversário, então tente não encasquertar Ester. Se o pediatra disser que tá tudo bem, aguarde... dizem que quanto mais demora, mais fortes são os dentes. Será? Beijinhooooo

      Excluir
  2. Manu.
    Eu fiquei muito, mas muito emocionada com os dentinhos de Joaquim. Pra mim era praticamente um monte everest. Como bem descreveu é uma mistura de "está dando tudo certo" com "ele está crescendo" e isso nos toma de orgulho. E que bom que teu pequenino é zen, respirar, ser feliz e deixar as coisas acontecer. Tem algo melhor? Bjs grandes.
    Fabi - Mulher e Mãe
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rarara Monte Everest! A gente fica doidinha né? Que bom que não sou a única. Beijooooooooo

      Excluir

Comenta aí que a mamãe fica faceira! E volte sempre, a casa é sua! :-) Ou me mande um e-mail: emanoellew@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...