Páginas

domingo, 24 de março de 2013

Personalidade: Joãozinho é tagarela e não dorme a noite toda!

Vamos bater um papo?

Daqui a nove dias meu príncipe completa um aninho e apesar de já ter tamanho, força e idade pra andar, ainda está aprendendo a se equilibrar em pé sem apoio, passando de uma cadeira pra outra com passinhos bambos. Mas quando o assunto é neném falando, Joãozinho tá é muito tagarela. Ele já tem umas seis palavrinhas com significado que reconhecemos em seu vocabulário e umas quatrocentas-e-cinquenta-e-oito que não conheço, mas que pra ele fazem o maior sentido.

Meu João fala o tempo todo, o dia inteiro e até dormindo. Vão dos tradicionais "dá-dá-dás" a "wiki-wiki-wikis" e muitas sílabas repetidas à exaustão de um jeito super fofinho. Sabe aquelas falinhas que ficam lindas na voz de um bebê? Sonhei com o dia em que o veria falando assim e agora posso realizar o sonho o tempo todo, rere.

Ele canta junto com a gente na igreja num "AaaAAaaaAA" ritmado, resmunga canções de ninar enquanto mama no meu peito (é... chegamos a um aninho com o bebê no peito! #orgulho) e grita forte e alto na hora da brincadeira. Repete quando a gente diz "nããão" com alguma palavrinha que só ele sabe dizer mas com a mesma entonação da gente. Das palavras com sentido conhecido, a mais linda é "mã-mã", claro. :-) Depois vem "papai", "papá", "áua" (água), "táu" (tchau) e "ati" (aqui).

E quando fica bravo, como quando tiro um "brinquedo" (sempre algo perigoso, né?) de suas mãos, dispara num palavrório sentido, com olhinhos marejados e cara fechada, como quem diz barbaridades. Sinto que está me insultando e rio sozinha, escondidinho.

Só percebi que ele é falante assim quando comecei a compará-lo com outros bebês da mesma idade. Percebi que o danadinho, embora fique uns cinco minutos mudo quando chega num ambiente diferente, logo solta o verbo e domina as atenções com seu falatório. Puxou a quem será? Eu nem sou de falar muito, magina... kkkk.

Ninguém dooooormeeeee!

Ele ainda acorda à noite

Tava aqui lembrando do meu post sobre o quinto mês do João Augusto, quando lamentava o fato de não ter conseguido ensiná-lo dormir a noite toda como sugerem os especialistas espalhados pelo baby center afora... Ingênua, achei que não passaria do sexto mês e que loguinho poderia restaurar meu soninho da beleza por mais de três horas consecutivas. Ledo engano! Joãozinho ainda acorda toda noite pra mamar. E ultimamente ele acorda a noite toda!!!

Tínhamos firmado uma rotina de três mamadas noturnas, em que o marido às vezes levantava pegá-lo no berço, às vezes eu, e meio dormindo eu dava-lhe o peito. Muitas e muitas vezes ele ficava na cama com a gente entre uma mamada e outra porque eu adormecia sem levá-lo de volta. Aí veio aquela virose que tirou meu filhote de combate e levou-o ao peito 24 horas por dia... e agora, voltimeia ele acorda até oito, nove vezes por noite.

Isso me assusta sim. E me transforma num zumbi. Meu bebê tem um aninho e acorda várias vezes à noite pedindo peito. Onde foi que eu errei? Na hora de ensiná-lo a dormir. Sei que aos poucos vamos retomar a rotina das três mamadas, porque essa manha da virose já está passando e tem noites que ele volta "ao normal", mas mesmo assim tenho consciência de que ele já deveria estar dormindo a noite toda há bastante tempo, se eu tivesse acertado na forma de fazê-lo ir pra cama.

O problema é que acostumei a amamentá-lo sempre que pedia peito e deixava dormir no meu colo. Pé por pé, levava ao bercinho e lá deixava meu bebê dormindo. Aí toda vez que acordava, chorava e eu corria atender. Bem ao contrário dos indicados "rotinas e rituais para a hora de dormir". Eu até faço tudo no mesmo horário, rigorosamente, todos os dias, com papinha, banho, cantoria... mas incluo aí o peito.

O "correto" seria colocá-lo acordado no berço para que aprendesse a dormir sozinho e para que ao acordar na madrugada, recuperasse seu soninho também sozinho. Mas que nada! Ele levanta no berço e abre a boca. Dorme só quando reencontra o meu peito.

Olha lá o que é aconselhado:
"Se conseguir, evite que a mamada seja a última coisa da rotina. Dê de mamar mais cedo -- pode ser até antes do banho --, porque por vários motivos o ideal é que o bebê não associe a hora de dormir à comida. Muitas vezes, porém, será inevitável que o bebê caia no sono mamando. Nesse caso, tente acordá-lo um pouquinho só para dizer boa noite e pô-lo na cama semidesperto". (Baby Center)
E eu até tentei umas três vezes, mas ao acordar ele chorava e queria peito. Desisti fácil. Sempre achei que cada um adota seu jeito de criar seu bebê e preferi não ficar tão encanada com os conselhos dos especialistas. Mas neste caso vou ter que admitir que deveria ter persistido um pouquinho. Vai que...

Além disso, quase todo bebê adota um bichinho de pelúcia, uma fraldinha ou cobertinha como objeto de transição, aquele com que se apega e não larga por nada, que lhe dá mais segurança quando sozinho. O do João é meu peito. uahauaua. Eu insisto em colocar um determinado travesseirinho ao seu lado sempre que dorme, mas ele joga longe.

A notícia boa é que no último mês ele se adaptou ainda melhor ao carrinho e, nas sonecas do dia, geralmente basta empurrar o belezoca por um tempinho, de preferência com algum desenho na TV, pra ele adormecer. Mas não dá pra tirar dali e colocar no berço que acorda. Fica meio tortinho mesmo.

Aí o conselho das pessoas mais experientes é: deixa chorar que em três noites ele aprenderá a dormir sozinho. Mas acho que eu ainda não estou preparada pra isso e prefiro protelar mais um pouquinho. Acho que acostumei com o sono picado e nem ligo mais de acordar à noite. Só não vale oito vezes!!!

Não tira meu peitinho não mamããããe

Hora de desmamar?

Por conta dessa manha do João e porque ele tá enorme de grande e cada dia mais forte, cheguei a pensar se não chegou aquele momento de começar a limitar a livre demanda do peito e me preparar para o desmame. Vou confessar: ele tem sugado cada dia com mais força e isso às vezes me machuca. Sem contar que quer mamar em pé, enquanto brinca, esticando o peito lá loooonge. Na cama, eu deito e ele mama de quatro, de ponta-cabeça e em poses muito criativas. Coisa bonita de ver! auhauah. E não se importa com onde estamos, vem puxando minha blusa, arrancando botões e tirando o mamá pra fora pra quem quiser ver. Não é lá muito confortável.

Mas tá aí mais uma coisa para a qual não estou preparada. Nem ele. Ainda estamos agarradinhos demais. Vou conversar com a pediatra sobre isso e tentar apenas reduzir os mamás para duas ou três vezes ao dia. Espero que possamos ir mais longe com isso.

Mentira da mamãe: ela que fez essa bagunça

Gracinhas

Além de falante e mamante, meu papagainho também está mais ativo. Dorme apenas três horas durante o dia em duas etapas, de manhã e à tarde. No resto do tempo, quer brincar! Retira todos os brinquedos da caixa e ajuda a colocá-los novamente, abre todas as gavetas e portas que pode e joga tudo lá de dentro, passa bastante tempo abrindo e fechando potinhos, encaixando bolinhas em potinhos e espalhando meus grampos de roupa pelo chão. Ama de paixão quando a gente senta no chão com ele e inventa brincadeiras, principalmente as de "cadê-achou" e ama ainda mais ir lá pra fora se esfregar nas pedrinhas.

Sabe provocar, chamar pra brincadeira e quando isso não resolve, fica pendurado na minha perna e chora até eu ir com ele. Sabe quando está fazendo coisinha errada e adora fazê-las, como quando aponta o controle remoto pra TV e muda de canal e depois olha com carinha safada pra mim. Ou quando aperta o botão para ejetar o DVD, para, vira pra trás, olha pra mim, espera eu dizer não e volta rapidinho com o dedinho no buraquinho do DVD pra roubar a mídia de lá o mais depressa possível, pois sabe que vai perder o brinquedo. É muito fofo. Eu tento me segurar pra não rir né? Mas é muito especial aquela carinha de sapeca que ele tem.

Rola de dar risada quando cheiro o pezinho dele e faço careta dizendo "que chulééé". Aí aprendeu a arrancar a própria meia e enfiar no meu nariz pra me ver cheirar. Pior: ele cheira as minhas meias e me espera falar chuléééé. kkk. Na verdade, ele entende muita coisa do que falamos. Quando pergunto do trem, olha pro de pelúcia que fica no berço; se pergunto do elefante, ele levanta e aponta o dedinho pro desenho no papel de parede; falo "cadê o papai?", olha pra porta, e assim vai...

Anda difícil de dar papinha, pois quando não tá com vontade, cospe, bota a mão na boca e tira comida pra passar no cabelo, bate na colher e joga a papa longe, bate em todos os brinquedinhos que coloco no cadeirão na tentativa de distraí-lo até caírem no chão e joga o corpinho pra fora pra ver aonde foram parar. Mas em compensação, quando está com fome, parece um triturador e come tudo muito rápido. Ainda mais que agora apareceu mais um dentinho - já são sete!


Não é muito de TV e só presta atenção na tela quando tem algum desenho ou personagem infantil com música, como a querida-amada-idolatrada-salve-salve Galinha Pintadinha e Patati Patatá. Gosta da propagandinha da TV Digital que é um desenho animado e das aberturas das novelas Guerra dos Sexos (em desenho também) e Salve Jorge, que é bem colorida. Dança nesses momentos, balançando o corpinho, batendo palmas, erguendo os bracinhos ou apontando o dedinho pra palma da mão - a coreografia do Pintinho Amarelinho que ele adapta pra todo tipo de música.
Hora de levantar e tirar o pijaminha

Ele acorda todo dia exatamente no mesmo horário. Às 8 da manhã levanta ao meu lado, faz carinho no meu rosto, ao seu modo meio forte demais, enfia o dedo no meu olho, no meu nariz, na minha boca, puxa meu cabelo e começa a falar. Se joga por cima de mim, pega o controle remoto na cabeceira, liga a TV, pega meu celular e aperta o botãozinho que faz a tela acender, tomo dele, fica bravo, faço cócegas e começa a rir. Todo dia igualzinho. Aí faz todas as palhaçadinhas que sabe, pede benção de mãos juntas, bate Yes na minha mão, faz a coreografia do pintinho, bate palminhas e desce da cama. Hora de levantar, porque a bagunça vai começar.

Seus potinhos do banheiro
Há duas semanas começou a soltar as mãozinhas do apoio quando em pé, distraidamente, quando pegava algum objeto. Aí se dava conta de que estava em pé sozinho e sentava ou se agarrava novamente a alguma base. Agora está mais seguro e mesmo em uma área vazia, onde não tem em que se agarrar, se coloco ele em pezinho e canto alguma musiquinha, dança e bate palminhas por alguns segundos antes de sentar. Acho que os primeiros passinhos sem dar as mãos devem acontecer logo. #emoçãoavista


A vida da mamãe

Enquanto aguardo com certa ansiedade este passo importante, o primeiro passinho, vou levando minha vidinha de rainha do lar, cozinhando, lavando, passando, limpando... todo dia a mesma coisa. Não é exatamente meu dom, mas acho que estou dando conta.

A distração dos últimos dias tem sido os preparativos pra festinha de um ano. Fizemos uma sessão de fotos com meu amigo Christian Christoforo em Castro, o mesmo que fez nosso casamento. São umas 120 imagens lindíssimaaaaaas! Ainda não posso mostrar porque precisam passar por tratamento, mas vou adiantar uma aqui só pra me exibir. rere.

fizemos os convitinhos, na verdade o Chris fez pra gente, e ficaram lindos em dois modelinhos. Enviei por correio alguns que são de parentes de outras cidades mais distantes, convidei por face as amigas que estão também em outras cidades e fui pessoalmente na casa de cada tio em Castro e nos amigos e familiares de Tibagi. Foram duas viagens nesta semana e Joãozinho se comporta cada vez melhor. Dorme super bem no carro.

Convite da festinha de um ano

As artes ficaram lindinhas né? Christian Christoforo que fez tudo, inclusive as fotos

Agora preciso confirmar presença, planejamos 60 pessoas, e detalhar o buffet, lembrancinhas, decoração etc e fazer o vídeo com imagens dele desde que nasceu (isso vai dar um trabalhão). Ah e comprar uma roupinha lindja pro nosso galinho carijó. Gostoso isso né?! Nem acredito que estou passando por tudo isso. Era tudo um sonho pra mim e agora olho pra esse anjinho gordinho de pele bronzeada e tão lisinha que parece cerâmica... me dou conta de que sou mãe e de que minha vida melhorou taaaaanto depois dele. Sou tão apaixonada por este pedacinho de gente. Quanta bênção!

Agradecer por essas bênçãos também tem sido mais comum pra mim. Eu e João estamos finalmente adotando uma rotina religiosa e comparecendo mais à igreja. Hoje mesmo fomos pela primeira vez juntos à missa de ramos. Tem feito muito bem. Ter Deus em nossa vida sempre faz bem! #recomendo


Dicas do dia

Vídeos educativos: Tenho apresentado aplicativos infantis para smartphones e hoje a dica é na web mesmo, pra assistir pelo celular. Foi minha querida Mirian quem indicou o seguinte site: Super Simple Learning. São vídeos educativos, em inglês, mas bem fofinhos. João gosta.

Brechó virtual em PG: E para as mamães daqui de Ponta Grossa e região que curtem o desapego, que tal anunciar roupinhas, calçados, brinquedos, móveis e todo tipo de acessório dos filhotes e que não servem mais? A lojinha virtual funciona pelo facebook num grupo fechado, mas dá pra pedir pra ser inserido. Basta procurar por Brechó Infantil Ponta Grossa/PR.



Pula Sapinho: Já a amiga Gesi Mocelim sugeriu um equipamento que é novidade por aqui e deve substituir os perigosos andadores. O texto de referência o detalha como alternativa segura adotada em países Europeus, Canadá e Estados Unidos: "O Jumper é um saltador de molas preso no batente de uma porta (portal) onde o bebê pode exercitar-se. Serve como estímulo psicomotor para bebês a partir dos quatro meses de vida. O Pula Sapinho também funciona como canguru, andador do tipo marionete e balanço". Não posso garantir que seja bom, nem seguro, mas fica o registro da novidade. Quem quer saber mais, entra aqui: http://www.pulasapinho.com.br/. E se já usou, comenta aí!

***

E por hoje é isso. Espero voltar logo com novidades boas. Agora fale de você, seu filho é tagarela? Dorme a noite toda? Andou com que idade? Compartilhe comigo e apareça sempre. Beijoca!


E neste mês tivemos visita da amiguinha Isabella

Sempre delicado, esse meu filho


Não é uma cena linda?




Bem no dia que o papa Francisco foi escolhido 

10 comentários:

  1. Oi Emanoelle,
    o seu Joãzinho está lindo! Parabéns antecipado pelo um aninho que está tão próximo.
    Ah, esse conselho de colocar no berço para acostumar a dormir sozinho aqui em casa não colou. kkk Acabei fazendo uso da cama compartilhada por muito tempo.
    Adorei as fotos e saber das novidades.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E todas estão bem né? É o que importa. Aqui vai ser do jeito que der pra ser. Obrigada por partilhar, querida. Beijoca

      Excluir
  2. Ele tá super gato, um aninho heim, parece que foi ontem não é mesmo? minha filha mamou até 2 anos e sete meses e p/ mim era super normal que ela acordasse p/ mamar no meio da noite, aqui é cama compartilhada e p/ ser bem franca com vc nós nunca seguimos o que esses livros e especialistas dizem, segui o que meu coração dizia e não vi necessidade de ser diferente.
    Bjs
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dois e sete? Que legal! Parabéns pela paciência e perseverança. O coração fala muito mais forte mesmo né amiga? Obrigada pelo conselho. Beijoca

      Excluir
  3. Manu, ele está a coisa mas linda do mundo! Parabéns!
    Quero saber mais sobre os preparativos para a festinha!
    Beijos Ca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina... correria total nestes últimos dias, mas pretendo contar dos detalhes. Beijoooo

      Excluir
  4. Lindo o Joãozinho!!!! Essa fase é uma delícia, uma descoberta atrás da outra.
    Quanto ao mamá, não precisa se preocupar com isso ainda, curta com ele esse momento e não apresse, ele pode ressentir. Só vai fazer bem a ele prolongar mais um pouco. Quando estiverem prontos, vá aos poucos, no ritmo de vocês.
    Beijos!!!
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem toda razão amiga. A agonia já passou e o mamá tá aqui todo à disposição. rerer. Beijoca

      Excluir
  5. Ė uma delícia mesmo!! Aki com o Nanni eu faço ele dormir até hj com quase tres anos, já minha pitchuquinhadorme sozinha dede sempre kkk de verdade o ideal é aquilo q dá pra fazer com o mínimo sofrimento possível... Tb não consigo simplismente deixar chorando, o Nanni até dormi depois de uma choradeira, mas a Manu só aumenta o volume do chororo kkkk
    Ver as crianças bricarem não tem preço!
    Bjs
    Mari
    #amigacomenta
    http://maricriando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei: "o ideal é aquilo q dá pra fazer com o mínimo sofrimento possível...". Adotei pra mim. Tá valendo aqui em casa já. rerere. Obrigada amiga. Beijo

      Excluir

Comenta aí que a mamãe fica faceira! E volte sempre, a casa é sua! :-) Ou me mande um e-mail: emanoellew@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...