Páginas

domingo, 3 de novembro de 2013

Sugestão de passeio nos Campos Gerais: Safari's Farm

João adorou todos os "ton-tons" da fazenda
Olá mamães, em especial mamães que moram em algumas das cidades dos Campos Gerais do Paraná ou em Curitiba e Região Metropolitana. É para vocês que dedico este post sobre um passeio super especial que fizemos com Joãozinho na última sexta-feira e que fica como sugestão para quem vive por aqui. Tem tanta coisa que a gente pode fazer pertinho de casa e nem sabe, né? A Safari's Farm é pouco conhecida, mas é um daqueles lugares da nossa região, tão cheia de belezas naturais, que vale a pena conhecer e levar os pequenos.

Fica no km 454 da BR-376, Rodovia do Café, no território de Tibagi, mas, pertinho de Ponta Grossa. Logo depois da praça de pedágio, entra à direita. Dá uma meia hora de carro da cidade até lá.

O leão se chama Simba

Além de um mini zoológico, com vários animais exóticos, a fazenda ainda oferta hospedagem, alimentação, trilhas, cavalgada, passeio de charrete, área para camping e é possível até tomar um banho refrescante no lajeado em meio à mata. Uma delícia.

Joãozinho amou os animais e deve ter ficado surpreso com o tamanho do leão, um dos primeiros bichinhos que ele aprendeu a imitar desde bem bebezinho, já que tem leão no papel de parede do quarto dele. Ficou animado tentando agarrar um galo branco, daqueles bem fofinhos, e espantado quando viu o pavão se armar todo. Dá para andar no meio das lhamas, emas, galinhas d'angola e do camelo, que meu filho adorou. Chamava o bicho de "ton-ton", sinônimo de cavalo, e queria passar a mão naquela cabeleira toda.


O camelo de lá é mesmo uma atração singular. Tão calmo, tão mansinho, que fica solto no meio dos turistas e vai até a porta do restaurante, coloca a cabeça pra dentro e solta sua baba ali mesmo.

Ponto alto pra nós adultos foi ver os casais de tigre e de leão sendo alimentados. Eles já sabiam que tinha comida a caminho e estavam super agitados. Entraram na jaula de segurança sozinhos e aguardaram o momento em que o guia colocou a metade de um bezerro pra cada um, em frente à grade. Bastou erguer um pouquinho da grade para que o leão puxasse o bicho lá para dentro com suas enormes garras. E ele ainda soltou um rugido assustador para afastar logo o cuidador do seu almoço.

A hora em que a leoa agarrou sua refeição

A leoa está grávida e tem um porte lindo, fortona. Já os tigres, achei tão magricelos, mas segundo o guia, eles são assim mesmo para ter mais velocidade e leveza para subir em árvores. A jaula deles é também coberta com telas, o que faz lembrar do quanto esse animal lindo é ágil em seu habitat natural.

Tem ainda quati ("tati", segundo o Joãozinho"), avestruz, arara azul, tucano, galinhas de todo tipo, cateto e cavalo na sede da fazenda, onde fica o restaurante e as quatro acomodações. Num outro ponto, aonde a gente vai de carro ou de jipe, como num safari, há cervos e veados de diferentes espécies, lindos e saltitantes. Eles dão show de saltos quando o guia entra no cercado. Lindo de ver.


Ali perto, um mirante com uma visão panorâmica de toda a propriedade, de onde também é extraída a água mineral Itay. O passeio seguinte é num recanto em meio à mata, ao lado de um lajeado. Há estrutura completa para camping ali. Joãozinho se divertiu de pisar na água geladinha.

Foi um dia de aventura e muito aprendizado, porque o sr. Romeu, nosso guia, que nos recebe com roupa de safari e penas no chapéu, é super atencioso e dá informações sobre cada bichinho. Inclusive sobre os muitos animais empalhados que estão lá, a exemplo do boi que interpretou o "boi Bandido" da novela América. Ele foi vendido pelo Sérgio Reis para a fazenda, que o mantém na entrada do hotel, em pose de salto, como quem queria derrubar seu montador.

Sr. Romeu

Tipo o cavalo que nos conduziu na charrete, todo alvoroçado. Juro que achei que ele ia sair em disparada e morri de medo. kkkk. Revivi emoções que havia uns 20 anos que não sentia. uahauha. Segundo nosso condutor, o cavalo tem medo dos tigres e por isso a pressa em atravessar logo aquela parte da fazenda.

Quanto ao almoço, comida simples e gostosa, servida em fogão à lenha. Para mim, a cocada caseira foi o que havia de mais gostoso. Sou louca por doces caseiros.

Passeio de charrete

Nem tudo é 100%

Já falei dos tantos pontos fortes, mas preciso preveni-las sobre coisinhas nem tão legais: mosquitos, aos montes - não ouse ir até lá sem repelente. Quem não convive bem com cheiro de esterco e poeira também deve evitar o passeio. Achei a recepção ''meio empoeirada demais" pra falar a verdade.

O site da Safari's Farm também deixa a desejar. Quase nada de informação importante, como horário de funcionamento. Nós fomos às cegas numa sexta-feira e descobrimos que, normalmente, o local só abre sábados, domingos e feriados (tem uma placa na entrada). Por insistência acabamos entrando na fazenda e lá no restaurante descobrimos que poderíamos fazer o passeio porque um grupo de turistas tinha reservado com antecedência. Entramos no embalo... Ah, a gente ligou antes em dois números que estão no site, mas não atendiam. Liguei também no 0800-643-1388, Disk Turismo da Prefeitura de Tibagi, mas eles não souberam informar.


Como faz?

Dá pra ficar hospedado num dos quatro quartos de madeira rústica, mas bem decorados. Pelo que li no site custa R$ 360 para o casal e crianças de até 12 anos pagam R$ 120 no pernoite. Nós optamos pelo Day User, que ficou em R$ 60 por pessoa - claro que Joãozinho ainda não paga. Inclui a refeição e os passeios. Bebidas e cavalgada a parte.

Outras informações nos (42) 9101-0911 / (42) 9976-9656 ou http://www.safarisfarm.com.br/


Então... fica a sugestão para um final de semana desta primavera. Super lúdico e em contato com a natureza. Muito bom!

Beijocas e até a próxima. Ah, deixa aí uma sugestão de passeio aqui por perto pra gente fazer no próximo final de semana! :-)








Medo desse cavalinho rápido 
O tigre

Da charrete

O camelo querido



Com fome 

Ela... grávida



Atrás do Jipe, o bezerro partido ao meio 
Está na mesa, pessoal!

O leão leva pra dentro

A leoa vem buscar 




O exibido







 




Cervos saltitantes





Mirante 


Lajeado



Um comentário:

  1. amei a dica..fomos ao zoologico em curitiba semana passada mas que decepção, parece que os bichos estão abandonados , aquela estrada horrivle na entrada e pra piorar não vimos nem o leão, nem o urso. quero ver se sigo sua dica e faço a alegria dos meus meninos( um com 4 4 7 mese e o outro com 1 e 7 meses)
    amei seu blog!!! Andressa Roth

    ResponderExcluir

Comenta aí que a mamãe fica faceira! E volte sempre, a casa é sua! :-) Ou me mande um e-mail: emanoellew@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...